sábado, 6 de setembro de 2008

Mensagem de Stella Whitaker . 6/09/08

Notícias de ordem prática da nossa 2ª banquinha na Avenida Paulista, em frente à Gazeta, na 6af. dia 5/9, 17h:

Novamente foi sucesso, 111 assinaturas em 2 horas. Pelo menos 3 pessoas que tinham assinado na 5a feira voltaram com o título de eleitor para completar os dados. Uma delas, a Roberta, ficou nos ajudando durante uma boa meia hora, até os pais chegarem para buscá-la e... assinarem também.

Éramos três pessoas coletando as assinaturas: Rosa Maria, Chico e eu (Stella).

A experiência desses dois dias nos mostrou que um mínimo de três pessoas é o ideal para uma banquinha. Quando Rosa chegou, aumentou nossa eficiência e deu para dar mais atenção para os que queriam conversar, sem retardar os que esperavam na fila para assinar.

Também nos pareceu importante voltar no mesmo lugar: várias pessoas nos perguntaram se voltaríamos e quando, e ficamos com a impressão que a "fidelidade" a um mesmo lugar pode dar bons frutos.

Conselho de um dos alunos que voltou com o título: montar banquinha às 13 horas, porque há grande número de alunos saindo e entrando.

Ainda um ponto importante: as fichas com notícias e instruções sobre como montar uma banca são muito úteis, sobretudo para se entregar aos que assinam, para levarem para casa, se informarem melhor e passarem adiante; porém, não funcionam quando se fica distribuindo na rua perto da banquinha. Dá impressão que as pessoas se afastam, não querem pegar papel que está sendo distribuido e não se interessam para saber o que é.

São essas as primeiras observações, além da impressão que fica, de ser um trabalho um pouco cansativo mas muito gratificante. Boas conversas, muitos cumprimentos e apenas 3 ou 4 pessoas que não quiseram assinar - num total de 250, por não acreditarem mais em eleições (2 pessoas), por estarem revoltadas com algum candidato (1 pessoa), além de um advogado, por confundir as coisas e defender o principio da presunção de inocência - que acho que todos nós defendemos - e não aceitar o princípio de precaução que está atrás desse projeto de lei.

Stella

Um comentário:

  1. Antonio D'Agrella7 de setembro de 2008 13:38

    Parabens, pela união e cooperação de todos, pois com
    sacrificio, chegaremos lá, com certeza, fará bem ao Brasil
    e toda sociedade brasileira.

    ResponderExcluir